5 MELHORES PAÍSES DA UNIÃO EUROPÉIA PARA TRABALHAR (mais a Suíça)

Limite de geração na cidadania italiana
20/03/2018
16 MITOS E LENDAS SOBRE A CIDADANIA ITALIANA
29/03/2018
Mostrar Tudo

5 MELHORES PAÍSES DA UNIÃO EUROPÉIA PARA TRABALHAR (mais a Suíça)

Um dos objetivos das pessoas que querem a cidadania italiana é mudar de vida e achar um país onde possam ter melhores condições de vida e um bom emprego. Por isso, listamos alguns dos países da UE (e a Suíça rs) para você analisar e pensar enquanto faz o seu processo de cidadania italiana.

  1. SUÍÇA:
    Não, a Suíça não faz parte do bloco comum europeu, porém, como foi eleita um dos melhores lugares para trabalhar no mundo, é importante estar aqui.
    Primeiro que o salário pago na Suíça é o dobro da média mundial (apenas 9% da população ganha menos de 3.300 euros por mês), isso já chama atenção, porém, não só isso, a ótima qualidade no sistema de saúde, a educação de alto nível e a qualidade de vida, são outros atraentes.
    Há mais vagas do que pessoas desempregadas e a área que mais cresce é a de TI. Mas outras áreas de destaque são: saúde, hotelaria, bares e restaurantes.
    Porém, para conseguir uma colocação, tenha em mente que você precisará saber falar uma das línguas oficiais do país (alemão, francês, italiano ou romanche), e que o custo de vida é alto.
  2. LUXEMBURGO:
    Tem uma das menores taxas de desemprego do mundo.
    É um país seguro, com salários altos e multi-cultural, além de estar localizado bem no centro da Europa (o que te permite tirar férias e pagar por pouco por passagens pra toda a Europa).
    As áreas com melhores oportunidades de trabalho em Luxemburgo são saúde, construção, comunicação, serviços comerciais e financeiros.
    Assim como na Suíça, você terá que saber um dos idiomas oficias: alemão, francês ou luxemburguês.
  3. PAÍSES BAIXOS
    Salários bons, índice de desemprego baixo, atrai muitas pessoas porque é possível conseguir emprego apenas falando inglês (apesar de ser importante você aprender o holandês, se resolver morar por lá).
  4. DINAMARCA
    Considerado por 3 anos seguidos o país mais feliz do mundo, acho que seria uma ótima opção só por isso, não? rs
    Menos de 10% dos jovens estão desempregados, o que demonstra, de certa forma, a estabilidade do país.
    As áreas com maiores oportunidades são alimentação, transporte, equipamentos eletrônicos, metalurgia e engenharia.
    O inglês é muito utilizado nas empresas, mas muitas vezes o dinamarquês, e até o alemão, são exigidos.
  5. ALEMANHA
    Economia que vem se mantendo estável, qualidade de vida excelente, são ótimos atrativos.
    Os salários são relativamente altos e as oportunidades de emprego são melhores para quem trabalha no ramo farmacêutico, matemática e engenharia.
    Considerado um país tradicional, a Alemanha orgulha-se de investir na educação e, por isso, muitas vezes, oferecem bolsas de estudos não só para alemães, mas para estrangeiros, onde quem é europeu, leva vantagem sobre os não europeus.
    Falar alemão é essencial.
  6. PORTUGAL
    Tudo bem que a economia portuguesa não é das melhores, isso nós sabemos, porém, temos que levar em conta que como o Brasil é um país lusófono, como brasileiros, temos algumas vantagens; e sendo europeu e brasileiro, conseguimos mais vantagens ainda, e é por isso que Portugal entra na nossa lista.
    Quem tem graduação em tecnologia leva vantagem, porque sobram empregos e faltam profissionais. Além disso, na área de beleza e estética, os brasileiros levam muita vantagem.
    Pra quem deseja estudar, Portugal tem muitas oportunidades, existem muitas universidades brasileiras que possuem parcerias com faculdades portuguesas, o que facilita o processo.
    E o que mais facilita? A língua oficial é o português, obviamente, que facilita a sua vida não só no dia a dia, mas também na busca de um curso de graduação, pós-graduação ou mestrado, onde não precisamos fazer prova de proficiência em português.Claro que existem muitos outros países com ótimas oportunidades de emprego e de vida, o que você deve levar em conta para escolher o país onde você quer viver, são seus gostos pessoais, sua formação e sua disponibilidade de trabalhar e aprender um novo idioma. Por isso, faca seu processo de cidadania italiana com calma e vá pensando nas possibilidades, depois, é só ser feliz!

2 Comments

  1. delaine disse:

    Muito bom as dicas. Fico agradecida

  2. Veridiana disse:

    Nós que agradecemos o interesse!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezoito − quatro =

O conteúdo de texto, foto e vídeo do site CIDADANIA TUTTO A POSTO não pode ser copiado ou reproduzido sem autorização prévia.

Quer saber se tem direito a Cidadania Italiana ou Nacionalidade Portuguesa? Clique no botão abaixo e faça uma pré-consulta.
FAÇA UMA PRÉ-CONSULTA GRATUITA!
Fazer pré-consulta