AS VANTAGENS DA DUPLA CIDADANIA ITALIANA E DA NACIONALIDADE PORTUGUESA

Vector de Personas creado por freepik - www.freepik.es
SER CIDADÃO ITALIANO E PORTUGUÊS É COISA SÉRIA
02/10/2020
DIFERENÇA ENTRE NR E CNN
30/10/2020
Mostrar Tudo

AS VANTAGENS DA DUPLA CIDADANIA ITALIANA E DA NACIONALIDADE PORTUGUESA

www.piergiorgiomariani.it

Cidadania italiana/portuguesa é investimento, o dinheiro empregado se reverte em benefícios por ser um cidadão europeu. A partir do momento que você reconhece sua cidadania, além dos direitos e deveres (quer saber mais sobre eles, clique aqui), você terá benefícios na União Europeia que cidadãos extracomunitários (aqueles que não fazem parte da União Europeia) não tem.

Portanto, você possuirá os mesmos direitos e deveres de qualquer cidadão europeu (porque você será reconhecido um cidadão europeu), incluindo, assim, oportunidades de trabalho, estudo, viagens, entre outros, sem a necessidade de visto.

Ou seja, mais do que um passaporte para viajar, a cidadania te abre um mundo novo cheio de ótimas oportunidades:

 

1. SER CIDADÃO EUROPEU

Já citamos ali em cima, mas o que isso quer dizer? Sendo cidadão europeu, você poderá morar, trabalhar e estudar não só no país que você é nacional (Itália ou Portugal), mas também nos demais países que fazem parte da União Europeia, sem necessidade de qualquer tipo de visto.

 

2. QUALIDADE DE VIDA

Não tem como negar que a qualidade de vida na Europa é melhor do que no Brasil e esse é um dos principais motivos de migração para a Europa.
Obviamente, cada lugar tem suas características, seus valores, mas de uma maneira geral, se vive melhor, inclusive, e principalmente, pelo fato de se ter acesso à serviços públicos de qualidade, desde o transporte, passando pelo ensino e segurança.

Para exemplificar, Portugal é um dos países europeus com melhor qualidade de vida, sendo um dos mais seguros também.

 

3. ESCOLHER UM PAÍS PARA MORAR E TRABALHAR

Todos os cidadãos europeus, conforme o acordo de Schengen (entenda o que é o Espaço Schengen aqui), podem morar e trabalhar em qualquer Estado-Membro da União Europeia sem a necessidade de visto.

De acordo com a OCDE, alguns dos melhores países para se viver estão localizados na Europa, alguns deles são Irlanda, Alemanha, Bélgica, Dinamarca, Holanda, entre outros. Inclusive, a OCDE disponibiliza um “Índice para uma Vida Melhor”, onde você escolhe a sua “fórmula de vida melhor” e ele te dará os lugares que se encaixam no que você busca, acesse neste link.

Inclusive, uma vantagem da cidadania italiana é a de poder prestar concurso público, desde que você seja fluente em italiano.

Um exemplo básico, sendo brasileira, querendo trabalhar na Itália, o visto só é autorizado se o empregador italiano fizer um pedido específico, sendo muito burocrático e complicada a documentação para permanecer de maneira legal no país. A empresa terá uma série de gastos que talvez não seja interessante para ela, o que faça com que ela acabe optando por não contratar um estrangeiro. Sendo um cidadão europeu (italiano, português, etc), essas burocracias não existirão, te dando melhores oportunidades. É por isso que pessoas com dupla cidadania são muito valorizadas, principalmente por multinacionais.

Então, se seu sonho sempre foi morar na Alemanha, por exemplo, com a cidadania italiana ou a nacionalidade portuguesa, isso será possível sem a necessidade de qualquer tipo de visto.

 

 

4. ESTUDAR

Você poderá frequentar cursos e universidades em todos os países-membros da UE, por um custo bem mais baixo do que cidadão extracomunitários (estrangeiros), sendo que o valor para cidadão europeu pode ser até três vezes menor do que para cidadão não europeu.

As bolsas de estudo nas Universidades também são diferentes e mais vantajosas para cidadãos europeus, claro, lembrando sempre que você terá que cumprir as exigências necessárias a elas, mas como cidadão europeu.

As crianças poderão ter acesso a educação básica e pública de qualidade.

 

 

5. VIAJAR

Talvez essa seja a vantagem mais comum e que vem primeiro quando pensamos em cidadania. Fato é que os cidadãos europeus não precisam, necessariamente, apresentar documento de identificação para atravessar fronteiras no Espaço Schengen, obviamente é mais do que recomendado que você esteja com seu passaporte, porque em aeroportos ele será exigido para comprovar sua identidade, porém, a fila da imigração será passado para você. Um exemplo, em uma viagem de trem entre Munique e Praga, pode não existir controle de passaporte e mesmo que exista, não será uma sabatina sobre o que você está indo fazer no país, quanto tempo pretende ficar, tendo o passaporte europeu, esse tipo de abordagem é rara, principalmente em viagens de trem.

Claro que temos que ter em mente que cada país possui suas leis e exigências, as quais devemos respeitar, mas o mais comum é pessoas que portam passaporte europeu circularem livremente entre os países do Espaço Schengen, apresentando de forma simples um documento de identificação.

Além disso, sempre bom lembrar que para os Estados Unidos não é preciso um visto com as mesmas burocracias que os brasileiros. Para os europeus, o visto para entrada como turista nos Estados Unidos é o ESTA (Eletronic System for Travel Authorization), que você paga uma pequena taxa online (14,00 USD) e imprime seu visto sem sair de casa.

 

 

6. INVESTIMENTOS

As facilidades de investimento na Europa são melhores para cidadão europeu, claro. Inclusive nos Estados Unidos os investimentos são mais atrativos para quem tem passaporte europeu.

Exemplo, para quem é cidadão italiano o investimento é menor no caso de visto IB5 do que para um brasileiro.

 

7. PASSAR A CIDADANIA PARA SEUS DESCENDENTES

Como o princípio da cidadania italiana e da nacionalidade portuguesa é o “Jus Sanguinis”, que, basicamente, quer dizer que o direito à cidadania passa pelo sangue, a cidadania é hereditária, portanto, você poderá passar aos seus filhos a cidadania portuguesa ou a cidadania italiana e eles poderão se beneficiar de todas as vantagens descritas acima.

 

 

8. PLANEJAR O FUTURO

Depois de ler todas essas vantagens, você poderá pensar melhor no seu futuro e no futuro de sua família. Da mesma forma que nossos antepassados vieram para o Brasil em busca de uma vida melhor, o reconhecimento da cidadania italiana ou da nacionalidade portuguesa será uma oportunidade de aproveitar todos os benefícios descritos acima.

 

Veridiana Petri

OAB/SP 348.682

Advogada, ítalo-brasileira, graduada pela Faculdade de Direito de São Bernardo do Campo, pós-graduação em Relações Internacionais com ênfase em Direito Internacional/2020, pós-graduação em Direito Notarial e Registral/2021, pela Faculdade Ibmec/Damásio – SP.

E-mail: veridianatuttoaposto@gmail.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

treze + dezessete =

O conteúdo de texto, foto e vídeo do site CIDADANIA TUTTO A POSTO não pode ser copiado ou reproduzido sem autorização prévia.

Quer saber se tem direito a Cidadania Italiana ou Nacionalidade Portuguesa? Clique no botão abaixo e faça uma pré-consulta.
FAÇA UMA PRÉ-CONSULTA GRATUITA!
Fazer pré-consulta