BRAGA

POR QUE ANALISAR OS DOCUMENTOS ANTES DE TRADUZIR E/OU APOSTILAR?
05/06/2020
AÇÃO JUDICIAL CONTRA A FILA NO CONSULADO
19/06/2020
Mostrar Tudo

BRAGA

joao-pedro-k0GM9_NMS14-unsplash

Braga foi fundada ainda na Roma Antiga, em 16 a.C., como Bracara Augusta em homenagem ao imperador romano Augusto, se tornando a capital da província Galécia (hoje Galícia- Espanha).
Após a queda do Império Romano do Ocidente, tornou-se capital pol[itica e intelectual do Reino Suevo.
No século XI a cidade é reorganizada, sendo provável que nesta época toma a denominação de Braga.
No século XIX sofre com a invasão francesa e as lutas liberais. Já no século XX ocorre a revolução dos transportes e infraestrutura básica, onde se reformula a cidade, destacando-se a área da Avenida Liberdade. Neste século, Braga vivencia um grande desenvolvimento e cresce em ritmo elevado.
Em Braga se encontra a catedral mais antiga de Portugal, a Sé, sua construção, data ao ano 1070, com predominância do estilo românico. Nela estão enterrados os pais do primeiro rei de Portugal, Dom Afonso Henriques. Então, o primeiro ponto a se conhecer é a Sé de Braga.
• SANTUÁRIO DO BOM JESUS DO MONTE
Principal atração turística de Braga, no alto de uma colina, com seus 600 degraus, que você pode ter a coragem de subir, mas, se preferir, pode pegar o funicular. A dica é subir de funicular e descer a escada, pois é muito bonita de se ver, em cada patamar há diferentes fontes de água, que estão relacionadas aos cinco sentidos.
Na verdade, a escadaria comçou a ser construída em 1723, dividida em três partes: os Escadórios do Pórtico (logo no início), com oito capelas no caminho; Escadório dos Cinco sentidos, onde cada lance de escada possui uma fonte com fguras bíblicas com os temas visão, audição, olfato, paladar e tato; Escadório das Virtudes, datado de 1837, com três fontes dedicadas às virtudes: a fé, a esperança e a caridade.
A entrada é gratuita e a vista de lá de cima é espetacular (no final da tarde é mais do que especial). Os parques e os jardins no entorno são lindos, vale a pena caminhar tudo por ali.
É o segundo ponto de turismo religioso mais visitado de Portugal, ficando atrás de Fátima.
• MUSEU DOS BISCAINHOS
Um antigo palácio que hoje abriga um museu focado em arte decorativa dos séculos XVII ao XIX, seus jardins merecem uma visita.
• ARCO DA PORTA NOVA
Construção de 1773 que marca uma das entradas dos muros da cidade, nova, porque substituiu uma mais antiga, do período medieval. Passando por ela, você estará na parte mais antiga da cidade e seguindo por uma ruazinha chamada Cabildo, chegará na famosa Sé de Braga.
Uma curiosidade sobre a Sé, quando os portugueses querem se referir a uma coisa muito antiga, eles dizem que “tal coisa” é mais velha que a Sé de Braga.
• SÉ DE BRAGA
Como já disse, é a catedral mais antiga de Portugal.
Também conhecida como Santa Maria de Braga, foi construída onde antes existia um templo romano, logo na sua entrada tem uma inscrição à deusa egípcia Isis.
A igreja começou a ser convertida em templo cristão nos séculos IV e V, conserva muito da arquitetura românica, tendo, ainda um estilo barroco.
• JARDIM DE SANTA BÁRBARA E O PAÇO EPISCOPAL BRACARENSE
Um jardim belíssimo em uma ala medieval bem conservada de uma construção do século XIV e XV.
No centro do jardim há uma fonte do século XVII que no alto tem uma imagem de Santa Bárbara, saí o nome do jardim.
• LARGO DO PAÇO
Sede da república Bracarense, extinta em 1790, fica o belo chafariz do Castelo, datado de 1723, que tem a form de um castelo e uma imagem feminina no topo, que simboliza a cidade.
Um dos prédios deste largo é a sede da reitoria da Universidade do Minho e fica aberta para visitação, vale a pena conferir.
Outro edifício da região é a Biblioteca pública de Braga, logo na entrada você verá lindos painéis de azulejo.
• BRAGA ROMANA
Você pode visitar as Termas romanas do Alto da Cividade, que eram banhos públicos construídos no início do século II, que foram descobertas somente nos anos 1970. Além disso, outro lugar para conhecer mais sobre a história romana da cidade, é o Museu de Arqueologia D. Diogo de Souza, onde se encontram muitos mosaicos romanos.
Não deixe de conhecer a Fonte do Ídolo, um santuário do século I dedicado a uma divindade chamada Tongoenabiago (Possivelmente um deus duplo, Tongoe e Nabia, é um deus das águas).
• PALÁCIO DO RAIO
Um palacete lindo com a fachada coberta por azulejos azuis, em estilo barroco joanino. É uma das construções mais exuberantes de Braga.
Braga é uma bela surpresa que se você quiser fazer um bate e volta do Porto é mais do que recomendado! De trem, você chega em, mais ou menos, meia hora, de ônibus, uma hora e meia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

14 + cinco =

O conteúdo de texto, foto e vídeo do site CIDADANIA TUTTO A POSTO não pode ser copiado ou reproduzido sem autorização prévia.

Quer saber se tem direito a Cidadania Italiana ou Nacionalidade Portuguesa? Clique no botão abaixo e faça uma pré-consulta.
FAÇA UMA PRÉ-CONSULTA GRATUITA!
Fazer pré-consulta