COMO LEVAR DINHEIRO PARA A ITÁLIA (E UNIÃO EUROPÉIA DE MANEIRA GERAL)

Como viajar para o exterior com filhos menores de idade
27/07/2017
VIAJANDO DE TREM PELA ITÁLIA
10/08/2017
Mostrar Tudo

COMO LEVAR DINHEIRO PARA A ITÁLIA (E UNIÃO EUROPÉIA DE MANEIRA GERAL)

Pelas regras da União Européia, você pode levar uma quantia não superior a 9.999 € sem precisar declarar este valor. Caso você viaje com 10.000 € ou mais, é obrigatório declarar esse valor às autoridades aduaneiras do país de partida, destino e países que atravessar.

Mas como eu devo levar? É bom levar em espécie, em cartão, como faço?

Hoje a forma mais comum são os cartões pré-pagos e cartão de crédito. Mas levar em espécie sempre é uma boa opção também.

DINHEIRO VIVO

Eu sempre levo dinheiro em espécie, porque a gente nunca sabe o que vai acontecer e o que vamos ter que pagar logo chegando no destino final. Muitas vezes, o táxi não aceita cartão, ou você precisa pegar um ônibus, comprar uma água e é muito melhor você pagar no dinheiro. Além disso, é sempre uma boa opção, porque você vai pagar IOF na compra do dinheiro, e só. Normalmente os cartões pré-pagos, bem como os de crédito, cobram taxas para você fazer saques, e como o dinheiro já está ali, você não vai pagar mais nada.
Sei que é praticamente impossível levar todo o dinheiro de uma viagem em espécie, mas você pode levar uma boa quantia, só precisará usar aquelas doleiras (chatas, eu sei) para guardar tudo e não perder dinheiro.
Aliás, fica aqui outra dica, é ruim, incomoda, mas use a doleira! Não deixe dinheiro, cartão, passaporte, NADA em hotéis, não é seguro, o melhor é você sempre estar com tudo isso bem pertinho de você, e a doleira é a melhor opção, fica grudada no seu corpo, ninguém percebe que você está usando e você tem certeza que está tudo ali.

CARTÃO DE CRÉDITO

É o clássico dos clássicos, mas sinceramente? Acho que não tem vantagem utiliza-lo, porque o valor do que você gastar em euro, será convertido para dólar e depois para real, ou seja, você vai perder dinheiro. Além disso, a cada compra, vai ser cobrado IOF e o valor exato da sua compra você não saberá, porque só aparecerá no fechamento da sua fatura. Portanto, cartão de crédito é uma caixinha de surpresas e para você se perder nas contas, é uma maravilha, por isso, não recomendo.

CARTÃO PRÉ-PAGO

Esses cartões são sempre muito bons, porque, apesar de você pagar algumas taxas, você não precisa ficar andando com sua doleira forrada de euro. O único problema, além dessas taxas, é o valor que eles cobram por saque, normalmente são 2,50 €. O que eu faço, quando meu dinheiro vivo está pela metade, calculo quanto mais ou menos vou precisar na semana/mês, e faço uma única retirada para não ficar pagando várias vezes 2,50 €. Sempre é a melhor opção e acabo pagando no máximo 2 taxas.
Você acha esse tipo de cartão em bancos e casas de câmbio, carrega com a quantia que você quer e ele é aceito na maioria dos lugares. Tem bandeira Visa e Master, você escolhe. Você até pode carregar com mais dinheiro por telefone ou via internet.

CARTÃO PRÉ-PAGO NA ITÁLIA

Quando fui para a Itália fazer a minha cidadania italiana, fiz o cartão pré-pago dos correios (Poste Pay Evolution), lógico que para fazê-lo, você terá que já estar em processo de cidadania, porque precisará ter residência e o Codice Fiscale (o nosso CPF). Com essas informações, você pode ir a qualquer agência da Posta e fazer seu cartão.
Dessa maneira, eu peguei a maioria do dinheiro que levei em espécie e depositei no cartão e ia tirando conforme minha necessidade, porque não se paga taxa para retirada, nem IOF, nada, é como um cartão que usamos aqui do nosso banco (claro que você tem que carregar com dinheiro, mas paga tudo normalmente sem taxas). Você paga uma taxa anual para que ele fique ativo, e o melhor, ele funciona na função débito e crédito. Eu tinha algumas encomendas pra fazer em sites italianos e irlandeses, e com isso, pude usar a função crédito para fazer os pagamentos necessários, além de poder colocar crédito no meu celular italiano direto do app da TIM.
Além de tudo isso, a validade dele é longa, se você quiser continuar utilizando, mesmo depois de voltar para o Brasil, seja pra ir guardando um dinheirinho (usando o transferwise, por exemplo), seja porque sobrou dinheiro e você já está pensando na próxima viagem, tudo bem! Pagando a taxa anual, você tem seu cartão ativo até acabar a validade.

1 Comment

  1. Alda disse:

    Oi, vou para a Italia e pretendo levar um cartão pré-pago Visa, esses cartões impressos pela loja de câmbio que não consta o nome mas tem um chip, voce saberia me informar se a rede de supermercados na italia aceitaria esse tipo de cartão?? Obrigada!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

16 − dois =

O conteúdo de texto, foto e vídeo do site CIDADANIA TUTTO A POSTO não pode ser copiado ou reproduzido sem autorização prévia.

Quer saber se tem direito a Cidadania Italiana ou Nacionalidade Portuguesa? Clique no botão abaixo e faça uma pré-consulta.
FAÇA UMA PRÉ-CONSULTA GRATUITA!
Fazer pré-consulta