COSTUMES E TRADIÇÕES ITALIANAS

O QUE VOCÊ PRECISA SABER PARA VIAJAR OU MORAR NA ITÁLIA
21/09/2017
NATURALIZAÇÃO DO ITALIANO
11/10/2017
Mostrar Tudo

COSTUMES E TRADIÇÕES ITALIANAS

Hoje é dia de falar de costumes e tradições italianas. E você, sendo de uma família descendente de italianos, sabe muito bem que vamos falar de festa e comida, não é mesmo? rs
Existem inúmeras tradições e cada região italiana tem costumes diferentes, abordo aqui o que vivenciei morando na Itália e o que a minha família me passou também.

FESTAS
As cidades italianas costumam festejar o dia da República (Festa della Repubblica) no dia 2 de junho. Na maioria, você verá bandeiras italianas penduradas nas janelas e algumas ruas fechadas com muitos comes e bebes para comemorar. Em Roma, na Via dei Fori Imperiali, acontece a parada militar, que termina com a Frecce Tricolori fazendo suas acrobacias no céu.
São muitas as festas, mas a Itália, sendo um país católico, festeja muito o dia dos santos, principalmente aqueles que são os padroeiros da cidade.
Em Ragusa, onde morei, acontece a festa de San Giorgio (São Jorge), padroeiro de Ragusa Ibla, e pasmem, para eles São Jorge não mora na lua, riram quando contei isso, foi discussão pra mais de uma hora, e foi muito divertido, entre un cannolo, un gelato, un vino, un arancino, sempre voltava a história do São Jorge NÃO morar na lua. rs
Em janeiro acontece a Epifania, que ocorre doze dias depois do Natal e a figura principal é a Befana, uma senhora (uma bruxa, talvez), que distribui doces para as crianças que se comportaram bem durante o ano, e se não se comportaram, ganham um belo pedaço de carvão.
Em agosto tem o Ferragosto, que festeja o fim dos trabalhos agrícolas, hoje comemora-se mais o começo das férias, mas é praticamente a mesma coisa.
E são muitas festas, e sempre com muitas ruas fechadas, com muita comida, bebida e música pra toda a família.

COMIDAS E BEBIDAS

Como disse, cada região tem as suas tradições, mas acho que o Limoncello é um dos mais tradicionais que tomou conta de toda, ou quase toda, Itália.
Na verdade, os italianos, principalmente os do sul, tem muito orgulho dos produtos produzidos por eles (já falei sobre isso no post sobre slow food), então, eles sempre te servirão o que produzem e esperam que você goste, e acredite, você vai gostar, tudo é muito gostoso.
Morei em uma casa que o vizinho produzia mel e pimentão. Ganhei muito dos dois e usava pra tudo. Adoçava tudo com aquele mel e comia de colher, era maravilhoso!
Mas voltando ao Limoncello, sempre terá alguém que te oferecerá um pouquinho, principalmente pra fazer a digestão (melhor desculpa de todas pra tomar um copinho), e na casa dos mais velhos, são eles mesmos que fazem. Ou seja, se um nonno, ou uma nonna, te oferecerem Limoncello, aceitem! Vocês não se arrependerão!
Limoncello é como um licor, mas mais gostoso e refrescante, é feito com limão, álcool, água e açúcar. No final do post vou deixar uma receita e quem gosta de se aventurar nesse mundo, teste e me diga se ficou bom.
O molho de tomate, tradição, não é mesmo? Sim, mas, como gosto de brincar, a cada molho de tomate feito com molho pronto de latinha, uma nonna cai morta. Então, por favor, ninguém quer a nonnina morta, né? Façam o molho de tomate natural, fresco, por favor! Dá um certo trabalho, sim, mas vale a pena! E você não precisa fazer todo o fim de semana, você faz de uma única vez e guarda, congela (eu faço isso!). Como? Como manda a tradição! Não jogue fora os vidros de geléia, de suco, qualquer tipo de vidro com tampa, até garrafa de cerveja serve (é sério!). Faça seu molho de tomate e armazene nesses vidros! Quando você quiser usar, já está ali!
Vejam o vídeo de como é a produção artesanal do molho na Sicília. É motivo de festa e de reunir a família. Obviamente, eu não faço molho dessa maneira, mas faço fresco e congelo, afinal a vida é corrida, mas tentamos chegar o mais próximo do slow food possível!

Estas são algumas das tradições italianas, existem muitas outras que com o tempo vou escrevendo aqui.

Vai fazer a cidadania italiana diretamente na Itália, aproveite os festejos da cidade onde você vai residir, porque é diversão garantida. Poder andar pelas ruas, escutar boa música, comer boa comida, sem pressa, sem medo de voltar pra casa tarde, fazer tudo isso a pé, é delicioso! E além disso, provar as delícias locais, feitas pelos próprios produtores, é maravilhoso! Enquanto o vigile não passa, a NR não chega, aproveite esses momentos!

RECEITA DE LIMONCELLO

  • 1 litro de álcool de cereais (pode-se usar vodca)
  • 1 litro água
  • 15 limões sicilianos
  • 500g de açúcar

Deixar a casca dos limões junto com o álcool em um recipiente fechado por uma semana, agitando-o 1 vez por dia. Juntar depois os outros componentes a essa mistura e esperar mais um dia. Após esse período, a solução é coada, e o licor estará pronto.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

18 − quatro =

O conteúdo de texto, foto e vídeo do site CIDADANIA TUTTO A POSTO não pode ser copiado ou reproduzido sem autorização prévia.

Quer saber se tem direito a Cidadania Italiana ou Nacionalidade Portuguesa? Clique no botão abaixo e faça uma pré-consulta.
FAÇA UMA PRÉ-CONSULTA GRATUITA!
Fazer pré-consulta