Vinhos italianos

BERGAMO O QUE CONHECER?
16/08/2018
Prazo máximo do processo de cidadania italiana via consulados e o processo judicial contra a fila
21/08/2018
Mostrar Tudo

Vinhos italianos

Os vinhos italianos estão entre os melhores do mundo, passando, inclusive a França. Isso porque o solo, o clima e a variedade de uvas ajudam na produção que vem de traduções greco-romanas.

Cada região tem uma forma de produzir vinho, isso, principalmente, devido ao clima, à temperatura e costumes locais.

CLASSIFICAÇÃO DO VINHOS

  1. Vinho de mesa (Vino da Tavola)
    Um dos mais populares e baratos, que não é produzido com um tipo específico de uva e por isso não possui safra e nem região própria em que seja produzido. Provavelmente quando você estiver na Itália (seja pra fazer sua cidadania italiana ou a passeio), te oferecerão o vinho da casa, não ache que será uma experiência ruim, porque muitas vezes esses vinhos são bem gostosos e as pessoas ficam orgulhosas por você ter gostado.
  2. Vinho de Denominação de Ordem Controlada (Vino di Denominazione di Origine Controllata)
    Acima do Vinho de mesa, está este tipo de vinho que segue regras específicas, produzido em regiões definidas, tendo sua produção controlada desde a colheita até o envasamento. Este tipo de vinho recebeu um tipo de certificação que se chama DOC.
  3. Vinho de Denominação de Origem Controlada e Garantida (Vino di Denominazione di Origine Controllata e Garantita) DOCG
    São vinhos produzidos em regiões muito mais específicas do que os de Denominação de Ordem Controlada. Ou seja, seguem regras mais rigorosas e específicas em sua produção.

Todas as regiões italianas produzem vinhos, mas algumas são mais famosas, são elas:

A) Toscana

Região que produz um dos vinhos mais conhecidos no mundo, o Chianti. O sabor desse vinho varia, porque é produzido de formas e estilos diferentes, por isso é dos maiores e mais complexos da categoria DOCG (Vinho de Denominação de Origem Controlada e Garantida).

No Chianti, a uva utilizada é a Sangiovese, que pode ser usada pura ou misturada.

Mas não é só de Chianti que vive a Toscana, outro vinho famoso produzido nessas terras, é o Brunello di Montalcino. Vinho de coloração mais escura, um vinho de reserva, ele precisa ficar armazenado por 2 anos em barril de carvalho e 4 meses na garrafa, tendo teor alcóolico mínimo de 12%.

Vinhos: Brunello di Montalcino Rasne, Chianti Riserva Castel di Pugna.

B) Piemonte

Pelas suas colinas íngremes são cultivadas uvas, na maioria tintas.

Dois tipos de uvas são mais utilizadas nesta região, são as uvas Nebbiolo e a Barbera. Qual a diferença? A Nebbiola tem um aroma mais intenso e é mais ácida, é a usada nos tradicionais vinhos Barolo e Barbaresco. Já a Barbera é mais leve e os vinhos feitos com ela podem ser consumidos mais jovens.

Ainda no Piemonte, outras uvas muito utilizadas são a suave Dolcetto, a Moscato (com um aroma mais intenso), Bornada e Vespolina que se assemelham com a Nebbiolo.

Vinhos: Barolo Rocche di Castelletto, Nebbiolo D’Alba.

C) Veneto

A cidade com o maior número de DOC’s (Vinho de Denominação de Ordem Controlada) é Verona, com a produção de vinhos tipo Soave, Valpolicella e Bardolino, existentes apenas nesta região.

Quer visitar o maior evento de vinho? Pois você precisa ir ao Veneto em abril. Aonde? Verona, é claro! Lá acontece o evento chamado Vinitaly.

Verona é tão conhecida por seus vinhos que reivindica o posto de ser a capital internacional do vinho.

Vinhos: Bardolino Le Fraghe, Amarone della Valpolicella Ca’del Lupo 2013.

D) Abruzzo

L’Aquila, perto dos Montes Apeninos, é uma região importante na produção de vinhos, justamente pela localização dessas montanhas.

A uva mais conhecida desta região é a Montepulciano, de sabor suave e coloração forte.

Um destaque da região é o vinho Trebbiano d’Abruzzo.

Vinhos: Montepulciano d”Abruzzo, Trebbiano d”Abruzzo Frentano

E) Friuli-Venezia Giulia

A maior zona de produção de vinhos DOC é a Grave Del Friuli que se estende desde o leste do Vêneto até Udine.

As uvas aqui variam entre Merlot, Pinot Bianco, Fulano e Sauvignon Blanc.

Vinhos: Malvasia 2015, Vintage Tunina 2015, Kamen Pietra2015.

Agora que você sabe um pouquinho mais sobre os vinhos italianos e as principais regiões de produção, que tal experimentar alguns deles?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezenove + vinte =

O conteúdo de texto, foto e vídeo do site CIDADANIA TUTTO A POSTO não pode ser copiado ou reproduzido sem autorização prévia.

Quer saber se tem direito a Cidadania Italiana ou Nacionalidade Portuguesa? Clique no botão abaixo e faça uma pré-consulta.
FAÇA UMA PRÉ-CONSULTA GRATUITA!
Fazer pré-consulta