ESTUDAR NA ITÁLIA – CURSO SUPERIOR

TRABALHAR NA ITÁLIA
19/10/2017
NEGÓCIOS MAIS RENTÁVEIS NA ITÁLIA
23/11/2017
Mostrar Tudo

ESTUDAR NA ITÁLIA – CURSO SUPERIOR

PRIMEIRO, ESTUDAR NA EUROPA

No post aqui do blog “Estudar na Europa”, dei uma visão geral de como a cidadania italiana, bem como outras cidadanias européias, podem abrir portas para sua vida e, principalmente, aos seus estudos.

Com uma cidadania europeia na mão, o preço a se pagar nas universidades é mais em conta, porque você é um europeu, não um completo estrangeiro, como um brasileiro, por exemplo.

Mesmo para fazer um intercâmbio existem vantagens, isto porque, ao fazer esse tipo de viagem, tendo cidadania italiana, você não precisará de visto de estudante, comprovar renda e ter um curso pago antecipadamente.

Na Irlanda (um dos lugares mais procurados para intercâmbio) quem é cidadão italiano (ou europeu), não precisa comprovar nada, basta ir e lá procurar uma escola que se encaixe no que você procura, além de um trabalho, podendo, inclusive, trabalhar full-time, o que não é possível para brasileiros com visto de estudante.

Na Holanda, por exemplo, estudantes da União Européia (leia-se, aqueles com cidadania européia), pagam preços mais baixos do que os extracomunitários

A Dinamarca disponibiliza cursos gratuitos e em inglês para cidadãos europeus.
Enfim, existem infinitas possibilidades para quem tem dupla cidadania.

E NA ITÁLIA? COMO FUNCIONA?

O curso superior na Itália se chama Laurea e tem duração de 3 anos, mais abaixo vou explicar direitinho o que é a Laurea, Laurea magistrale, Laurea magistrale a ciclo unico.

As universidades italianas são gratuitas, mas existe o pagamento da taxa anual, que ocorre conforme a condição social de cada um. Ou seja, quanto melhor sua condição social, maior será a sua taxa anual.
O valor desta taxa gira em torno de 1300 a 2 mil euros, mas existem alguns cursos que o preço pode ser mais alto, como nos cursos de medicina e odontologia, por exemplo.

As universidades italianas possuem 3 tipos de graduação:

  1. Laurea Triennale:
    Este é um curso com duração de 3 anos, onde o aluno obtém o diploma de Dottore. Nele, o objetivo é fornecer ao estudante uma formação mais prática, onde a pessoa possa ser inserida mais rapidamente no mercado de trabalho, seria como o curso técnico no Brasil.
    Esta é uma formação bem objetiva, onde a pessoa terá conhecimento metodológico e técnico apropriados para trabalhar nas áreas específicas de sua formação.
  2. Laurea Magistrale:
    Só pode ser obtido por quem cursou a Laurea Trienale. São cursos com duração de 2 anos e para que você exerça certas funções, será necessário que você tenha esta Laurea Magistrale.
  3. Laurea magistrale a ciclo unico:
    São cursos que devido à sua especificidade necessitam ter duração de 5 ou 6 anos. Cursos de Medicina, Direito, Veterinária, Odontologia, se encaixam nesta categoria.

Além disso,  as universidades possuem duas modalidades de acesso:

A) Facoltà a numero aperto: os cursos que se encaixam nesta modalidade não têm número limitado de vagas, normalmente você se matricula e já começa a estudar, mas cada universidade segue suas regras, então, pode ser que você tenha que passar por uma prova de conhecimentos mínimos para ingressar na faculdade.

B)Facoltà a numero chiuso: Aqui você passa por uma prova, como se fosse nosso vestibular. Nessa prova, você deve obter uma nota mínima conforme as exigências do edital.

E O QUE A MINHA CIDADANIA ITALIANA ME AJUDA NISSO TUDO?

Sendo cidadão italiano, você tem direito de ingresso direto nas universidades, isso não quer dizer que você não tenha que passar pelas provas que citei aí em cima, quer dizer que você não precisa de nenhum tipo de visto de permanência no país, nem comprovar que tem como se sustentar. Apenas pode fazer a prova e começar a estudar no curso que você quiser.

Querendo pesquisar universidades e cursos, entre neste link para obter mais informações. E neste outro link, você pode dar uma olhadinha no ranking das universidades italianas.

QUAIS DOCUMENTOS DEVO APRESENTAR?

Tanto estudantes brasileiros, como os com dupla cidadania, que possuem formação escolar brasileira, para se matricular nos cursos de graduação (Laurea triennale e Laurea a ciclo unico), devem apresentar:

*Diploma de segundo grau;

*Declaração de aprovação na prova vestibular;

*Histórico acadêmico, em que devem constar todas as disciplinas previstas para os primeiros dois semestres do curso e as relativas menções.

*Outras documentações que porventura a universidade possa exigir.

Toda essa documentação deve ser traduzida para o italiano, por tradutor juramentado, e tanto os documentos brasileiros, como suas respectivas traduções devem ser apostilados, para aí terem validade na Itália.

Com essa documentação em mãos, prova feita, agora é a hora de estudar em algumas das melhores universidades do mundo!

In bocca al lupo!

2 Comments

  1. Millena disse:

    Olá,gostaria de saber se para o curso de 3 anos é necessário comprovar os 12 anos de estudo ou não precisa ?!?!

  2. Veridiana disse:

    Olá, Milena, sim, é necessário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quatro × cinco =

O conteúdo de texto, foto e vídeo do site CIDADANIA TUTTO A POSTO não pode ser copiado ou reproduzido sem autorização prévia.

Quer saber se tem direito a Cidadania Italiana ou Nacionalidade Portuguesa? Clique no botão abaixo e faça uma pré-consulta.
FAÇA UMA PRÉ-CONSULTA GRATUITA!
Fazer pré-consulta