SEGURO VIAGEM – O QUE VOCÊ PRECISA SABER

Viajar para a Itália (ou qualquer país do Espaço Schengen)
13/12/2017
O QUE CONHECER EM MILÃO
05/01/2018
Mostrar Tudo

SEGURO VIAGEM – O QUE VOCÊ PRECISA SABER

Você está em Roma, sai do metrô na estação Colosseo, dá de cara com aquele monstro maravilhoso, fica tão encantado que vai atravessando a rua sem olhar e… PÁ, é atropelado por um Fiat 500 e quebra o braço. Não era bem isso que você esperava da sua viagem, né? Parece que é só uma historinha besta, mas não é, acidentes acontecem em qualquer lugar. Se em casa você pode cair e se machucar seriamente, comer aquela comida meio duvidosa e passar mal, ficar gripado do nada e ter uma crise de bronquite, em qualquer lugar do mundo isso pode acontecer também.

Por isso, conversamos com nossos parceiros da Brooks Seguros e te falamos aqui tudo o que você precisa saber para contratar um seguro viagem e ficar tranquilo.

  1. COMO FUNCIONA?
    É como um plano de saúde temporário , o seguro viagem é válido pelos dias que você for viajar e, dependendo do que for estipulado em contrato, uma garantia de indenização para várias situações e acidentes.
  2. É OBRIGATÓRIO?
    Dependendo do destino é obrigatório, sim. Portanto, antes de viajar, verifique no site da embaixada do país que você visitará, tal obrigatoriedade.
    Como nosso foco aqui é Europa, mais especificamente Itália, vamos ao detalhes.
    Já falei bastante aqui sobre o Espaço Schengen e o Tratado de Schengen, que é um acordo entre vários países da Europa, onde, uma das coisas que se exige, é que todo e qualquer viajante, obrigatoriamente, comprove que possui uma assistência médica por doença ou acidente, com valor mínimo de 30 mil euros. Ou seja, nada mais é do que uma forma de garantir que os turistas estejam segurados, caso algum problema de saúde venha a ocorrer.
    Os países participantes do Tratado de Schengen são: Alemanha, Austria, Bélgica, Bulgária, Chipre, Dinamarca, Eslováquia, Eslovênia, Espanha, Estônia, Finlândia, França, Grécia, Hungria, Irlanda, Itália, Letônia, Lituânia, Luxemburgo, Malta, Holanda, Polônia, Portugal, Reino Unido, República Checa, Romênia e Suécia.
  3. DIFERENÇA ENTRE SEGURO VIAGEM E ASSISTÊNCIA VIAGEM
    Normalmente as seguradoras vendem os dois produtos juntos, mas é bom estar atento às diferenças e verificar se ambas estão inclusas no pacote que você está adquirindo. Normalmente, a assistência viagem são as operadoras de saúde que fazem.
    O seguro viagem é aquele que trabalha com reembolso, ou seja, o viajante vai pagar por todas as despesas médicas e depois solicitará o reembolso junto à seguradora. Obviamente, para isso, será necessário que se apresente os recibos e comprovantes de todas as despesas médicas, laudos, notas fiscais e tudo mais que possa provar o atendimento realizado. Você poderá escolher o lugar que será atendido e juntará todos esses documentos para receber seu dinheiro de volta.
    Já a assistência viagem ocorre por atendimento credenciado, ou seja, quando você precisar usar, basta entrar em contato com a seguradora contratada, que te indicará onde você receberá o atendimento, sendo tudo arcado pela empresa contratada, você não precisa desembolsar nada e nem ficar pedindo mil e uma notas fiscais.
    Aqui, uma dica muito legal que o corretor da Brooks, Rafael Gonçalo, nos deu, é que a Sul América tem cobertura internacional e se você for segurado por ela, basta ligar e avisar que está indo viajar. Dependendo do plano, isso sai de graça, em outros, pode existir uma taxa a ser paga, que pode ser diluída na mensalidade que você já paga. Na operadora Amil também existe essa possibilidade.
  4. PORQUE DEVO CONTRATAR?
    Como disse logo no começo, acidentes acontecem em qualquer lugar, então, nada melhor do que você poder contar com uma assistência médica e não ter que ficar perdido em um país, pedindo informação para o recepcionista de hotel e apreensivo se vai ser bem atendido, fora gastar uma fortuna e ver os seus euros batendo asas, sem direito à reembolso.
    Além disso, por lei, pelo Tratado de Schengen, é OBRIGATÓRIO, e se, de repente, na imigração o agente te pede o comprovante e você não tem, já era, vai voltar pro avião e retornar pro Brasil, sem choro nem vela. Na Europa, lei é lei, punto e basta.
  5. QUEM TEM CIDADANIA ITALIANA TAMBÉM PRECISA CONTRATAR?
    Depende de onde você mora. Caso seja cidadão italiano e more na Itália, você possui a tessera sanitaria (que dá direito ao atendimento público de saúde a todos os cidadãos italianos residentes na Itália), e é um passo para a tessera europea di assicurazione malattia, que te dará o direito de ser atendido nos países membros da UE, em Liechtenstein, Noruega e Suíça.
    MAS, é importante lembrar que a tessera sanitaria não cobre assistência privada, muito menos vôo de volta à Itália e nem objetos roubados durante a viagem. Além disso, não garante assistência gratuita igual ao que você possui na Itália, porque cada país tem o seu sistema de saúde e sua forma de gerir e atender seus pacientes, por isso, um procedimento que pode ser gratuito na Itália, por exemplo, pode não ser na Alemanha, e você terá que pagar por ele, por estar em território alemão, sob leis e regras alemãs e não italianas.
    Agora, se você mora no Brasil, tem dupla cidadania e passará alguns dias passeando pela Europa, você deve contratar um seguro viagem também, primeiro para viajar despreocupado, segundo que pode ser exigido de você, sim.
  6. QUANTO CUSTA?
    O importante é: não é caro. Óbvio que depende da quantidade de dias que você ficará viajando; mas não é um valor exorbitante e, principalmente se você pensar que se acontecer alguma coisa, e você não estiver segurado, terá que gastar seus euros com tratamento médico, não com diversão, jantares, museus, compras.
    Sejamos sinceros, você já está gastando uma grana para ir pra Europa, economizar em algo tão importante como a sua saúde, seria falta de atenção com você mesmo, não acha?

Contrate seu seguro viagem e vá tranquilo! Quer uma cotação? A equipe da Brooks Seguros está pronta para te oferecer os melhores seguros viagem com os melhores preços.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quatro × quatro =

O conteúdo de texto, foto e vídeo do site CIDADANIA TUTTO A POSTO não pode ser copiado ou reproduzido sem autorização prévia.

Quer saber se tem direito a Cidadania Italiana ou Nacionalidade Portuguesa? Clique no botão abaixo e faça uma pré-consulta.
FAÇA UMA PRÉ-CONSULTA GRATUITA!
Fazer pré-consulta